Notícia: CRF-PR homenageia farmacêutico com Comenda do Mérito

Publicado em 17/02/2020

CRF-PR homenageia farmacêutico com Comenda do Mérito


Maior honraria da área Farmacêutica foi entregue na 899ª Reunião Plenária
CRF-PR homenageia farmacêutico com Comenda do Mérito

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná (CRF-PR) realizou, nos dias 13 e 14/02/2020, a 899ª Reunião Plenária, em Curitiba. Diretoria e Conselheiros debateram sobre diversos assuntos que envolvem a classe farmacêutica, como questões de fiscalização, a administração do Conselho, assuntos de tesouraria, da Comunicação e cadastro de profissionais.

O primeiro dia da reunião, 13, contou com uma programação especial: a entrega da homenagem de honra, a Comenda Júlio Petrich da Costa*. A Comenda foi criada pelo Conselho com o objetivo de enaltecer os profissionais pelos relevantes serviços prestados à profissão farmacêutica. O plenário do CRF-PR deliberou a entrega da Comenda ao farmacêutico Paulo Roberto Ribeiro Diniz, que foi presidente do CRF-PR nos anos de 2008 e 2009. Sua trajetória profissional exemplar o trouxe até aqui: lembrado e homenageado pela classe farmacêutica. Emocionado, ele expressou todo seu amor e agradecimento: “Amo minha profissão! E não basta apenas amar o que faço, é preciso exercê-la de modo honesto e este legado levo para minha vida”, disse. “Tamanho é esse amor que passei para minha filha, que hoje atua ao meu lado. E estando a frente desta casa aprendi a amar todos vocês”, finalizou Dr. Paulo com a voz embargada.

Aplaudido em pé, após sua fala, os Conselheiros fizeram questão de relembrar a tamanha satisfação de um dia terem atuado ao lado de Dr. Paulo. A Conselheira, Dra. Marissol Muro, que esteve na Diretoria com Paulinho, como é chamado pelos colegas: “Me marcou a seriedade e a responsabilidade de sua gestão. Foi o primeiro Presidente a iniciar o plano de cargos e salários do CRF-PR. Tenha certeza de que fez a diferença para todos que cruzaram seu caminho”. O Conselheiro, Dr. Arnaldo Zubioli, recordou a participação de Dr. Paulo em um movimento que mudou para sempre a história da profissão no Paraná (a formação do Grupo Renovação) e destacou a generosidade do farmacêutico com a toda classe. “Impossível avaliar sua contribuição para a profissão. Pessoas como você estão em extinção, preocupado com a extensão do outro, um exemplo de cidadão. Foi uma honra servir a profissão ao seu lado, que Deus lhe conceda muitos anos de vida para que possamos desfrutar de sua companhia. Muito obrigado!”, finalizou Dr. Arnaldo.

Dra. Mirian Ramos Firentin, Presidente do CRF-PR, também emocionada, agradeceu o homenageado por toda sua renúncia e dedicação aos farmacêuticos paranaenses e então corou Dr. Paulo com a mais alta honraria. “Minha fala já foi contemplada em cada palavra de carinho hoje dita aqui, resta-me agradecer, do fundo do coração, por todo feito”.

Após a homenagem o farmacêutico, Dr. Marcelo Pilonetto, microbiologista do LACEN/PR, professor titular de Microbiologia Médica da PUC/PR e um grandioso pesquisador na área de resistência antimicrobiana com enfoque em Saúde Única (One Health) na mesma instituição, apresentou aos presentes na Plenária, 13/02, uma palestra sobre o conceito de “Saúde Única”.

De acordo com Pilonetto o termo trata da integração entre a saúde humana, a saúde animal, o ambiente e a adoção de políticas públicas efetivas para prevenção e controle de enfermidades trabalhando nos níveis local, regional, nacional e global. “A expressão ainda é pouco conhecida fora do âmbito da saúde, mas os conceitos já são bem antigos. O médico patologista alemão Rudolf Virchow (1821-1902) já afirmava no século 19 que entre animais e a medicina humana não há divisórias, e nem deveria haver. E foi ele o responsável por definir o termo zoonose (doenças e/ou infecções transmitidas para o homem através dos animais)”, contextualizou.

Dr. Marcelo ainda explicou que o panorama é tão sério que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organizações das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), desde 2008, passaram a desenvolver estratégias conjuntas dentro do conceito Saúde Única (One Health), com o objetivo de reduzir os riscos emergenciais e a disseminação de doenças infecciosas resultantes da interface entre animais, humanos e ecossistemas. E que dentro deste cenário a contribuição do farmacêutico é tão importante quanto fundamental.

“Enquanto as pessoas viverem próximas ou junto com animais – sejam eles de estimação, na pecuária ou selvagens – a realidade desse cenário é a iminência para doenças. À medida que o mundo de hoje se torna cada vez mais conectado, a necessidade de aplicar efetivamente o conceito de Saúde Única” só aumenta”, disse. “E o esforço do farmacêutico dentro deste contexto é reconhecido como um elemento-chave para manter as pessoas protegidas contra doenças para melhorar a qualidade de vida em todo o mundo”, continuou.

Hoje o mundo vive o drama de conter o novo coronavírus e a abordagem de Saúde Única é necessária para entender melhor as zoonoses e doenças infecciosas. “Essa conectividade pode levar a reemergência de muitas doenças. Por isso é necessária a abordagem de Saúde Única para entender melhor as zoonoses e doenças infecciosas. A priorização dessas doenças significa realizar vigilância, planejar atividades de resposta a surtos e criar estratégias de prevenção de doenças para reduzir a contaminação e mortes em pessoas e animais”.

Ao final Dr. Marcelo convidou o CRF-PR a participar das discussões em Fóruns, Congressos e reuniões científicas sobre o assunto, o que foi aceito de imediato pelo plenário.

No segundo dia da reunião os Conselheiros se reuniram para finalizarem as discussões administras e assuntos gerais do CRF-PR.


Fonte: Assessoria de Comunicação / CRF-PR