Notícias

Publicado em 09/07/2012

Adultos com filhos pegam menos gripe que solteiros, indica estudo


O registrado mostra que a incidência da doença entre adultos pais de crianças caiu para a metade se comparado com os dos sem filhos.

Ter filhos parece turbinar a imunidade do pai e da mãe contra o vírus da gripe, diz um novo estudo feito nos Estados Unidos.

Para chegar a essa conclusão, a equipe da Universidade Carnegie Mellon, na Pensilvânia, colocou diretamente o vírus da gripe no nariz de adultos --para evitar oscilações no resultado final.

 

O registrado mostra que a incidência da doença entre adultos pais de crianças caiu para a metade se comparado com os dos sem filhos.

 

A pesquisa também detectou que os casais que tinham mais número de filhos estavam mais protegidos contra a gripe.

 

Os recordistas, curiosamente, foram os pais que não moravam com seus filhos, com 75% menos chances de ficarem doentes.

 

A pesquisadora Rodlescia Sneed disse que as pessoas provavelmente vão concordar que os adultos com filhos são expostos a mais situações onde a contaminação por vírus pode ocorrer, como berçários e escolinhas. Mas lembra que este não era o enfoque do estudo.

 

Ela não soube explicar, porém, o que provoca a diferença na imunidade dos pesquisados.

 

"Achamos que deve haver um tipo de benefício psicológico associado à paternidade", disse Sneed. Ela sugere que pais possuem um rede social maior do que os solteiros. E ter mais pessoas com quem se relacionar, de alguma maneira, está ligado à saúde.

 

O estudo está publicado na revista "Psychosomatic Medicine".

 

Fonte: O Estado de São Paulo.