Notícia: Infectologista indica como evitar doenças respiratórias no inverno

Publicado em 09/07/2012

Infectologista indica como evitar doenças respiratórias no inverno


É mais no inverno que as pessoas estão sujeitas a vários tipos de problemas respiratórios, como os da gripe e do resfriado.

É mais no inverno que as pessoas estão sujeitas a vários tipos de problemas respiratórios, como os da gripe e do resfriado.

"Esses vírus podem passar de uma pessoa para outra, por contato respiratório",explica o infectologista Edimilson Migowski, diretor do Instituto de Pediatria da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). "Quanto mais próxima de um paciente, maior a chance de a pessoa adoecer."

 

Para evitar a contaminação, Migowski recomenda manter os ambientes bem arejados, deixando o ar circular pelas janelas, e não descuidar da lavagem das mãos.

 

A transmissão pode ocorrer pelo aperto de mão ou pelo fato de colocá-la em local contaminado por alguma pessoa que espirrou ou assoou o nariz. "A pessoa pode levar a mão até a boca, o nariz ou os olhos e introduzir o vírus", explica Migowski.

 

O médico lembra ainda que a deficiência de vitamina C no organismo "imunodeprime" o indivíduo, facilitando as infecções virais.

 

Não há certeza, porém, de que o excesso de vitamina C tenha algum efeito preventivo, diz. "Uma boa higiene das mãos e a vacinação contra a gripe são as medidas mais eficientes contra as infecções respiratórias."

 

Ele chama a atenção para o risco para crianças pequena ou um bebê.

 

"Aquilo que em um adulto pode ser um resfriado simples, em uma criança ou bebê abaixo de dois anos pode se manifestar com maior gravidade, em quadros até de pneumonia pelo vírus, podendo causar inclusive a morte."

 

Por isso, recomenda que pessoas resfriadas ou gripadas não saiam por aí beijando crianças.

 

Fonte: Agência Brasil