Notícia: Diga NÃO ao PL 1774/2019

Publicado em 1 de ago. de 2022

Diga NÃO ao PL 1774/2019


Diga NÃO ao PL 1774/2019

Mais uma tentativa dos setores supermercadista e da indústria de medicamentos isentos de prescrição (MIPs), de autorizar a venda desses medicamentos fora das farmácias, em supermercados e similares, deve ir para a pauta do Plenário da Câmara dos Deputados, hoje 01/08, o Requerimento de Urgência nº 927/2022 e o Projeto de Lei nº 1774/19.
Se aprovados, aumentam as chances de serem ampliados em mais de 100 mil os pontos de venda de MIPs, que são responsáveis por milhares de casos de intoxicação a cada ano. Mais da metade das vítimas são crianças.

Farmacêuticos paranaenses, vamos nos mobilizar para continuarmos trabalhando pelo uso racional de medicamentos e contra esse atentado à saúde pública! Vamos mostrar à sociedade que medicamento não é um produto qualquer, e que somente pode ser distribuído sob a nossa supervisão e orientação.

Nosso foco são os líderes e vice-líderes das bancadas dos partidos no Plenário da Câmara. Eles têm o poder de sepultar tanto o requerimento quanto o Projeto de Lei. Aqui no PR, são os líderes são os deputados Aline Sleutjes – PROS e Ricardo Barros – PP, envie um e-mail (veja modelo de mensagem abaixo) e marque-os nas redes sociais.

Cobre dessas lideranças uma postura coerente com a saúde pública. Os interesses econômicos não podem superar o direito do cidadão à saúde e ao bem-estar.

 

DOS 280 MIL FARMACÊUTICOS DO BRASIL, AOS DEPUTADOS FEDERAIS, CONTRA A VENDA DE MEDICAMENTOS EM SUPERMERCADOS

Prezado deputado,

Devem ir para a pauta do Plenário da Câmara dos Deputados, já na primeira semana de agosto, o requerimento nº. 927/2022 de votação em regime de urgência do Projeto de Lei nº 1774/19, que autoriza a venda de medicamentos isentos de prescrição (MIPs) em supermercados e similares.

Os mais de 280 mil farmacêuticos em atuação no Brasil reivindicam seu apoio contra essa grave ameaça à saúde pública, pela NÃO APROVAÇÃO deste requerimento, e muito menos, desse PL.

A autorização da venda de MIPs em supermercados significa ampliar em mais de 100 mil os pontos de venda de medicamentos isentos de prescrição (MIPs), que são responsáveis atualmente por milhares de casos de intoxicação a cada ano. Mais da metade das vítimas são crianças pequenas.

Mesmo com todo o esforço direcionado ao uso racional de medicamentos, por meio da assistência farmacêutica, o SUS já gasta mais de 60 bilhões de reais ao ano para tratar problemas relacionados ao mau uso do medicamento. Imagine o quanto essa proposta onerará os cofres públicos!

Devemos, sim, fomentar políticas públicas que protejam a população dos riscos da automedicação e promovam economia para o SUS, entre as quais, fortalecer a farmácia como estabelecimento de saúde, tendo o farmacêutico como o profissional do cuidado à saúde do cidadão!

Contamos com seu apoio!

Não a venda de medicamentos em supermercados!

Insira a UF de origem, (dia) de (Mês) de 2022.

Atenciosamente,

_____

Nome do Farmacêutico(a)

 

Emails:

[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
 [email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]
[email protected]



topo