Notícia: Campanha de Vacinação

Publicado em 28/04/2016

Campanha de Vacinação


CRF-PR reivindica direitos de trabalhador de saúde para Farmacêuticos
Campanha de Vacinação

Tendo em vista a constatação de que vários farmacêuticos não estão recebendo a vacina contra Influenza, o CRF-PR foi informado pelos órgãos estaduais responsáveis que a imunização de farmacêuticos não estava integrada dentro da classificação de trabalhadores de saúde e que, por isso, farmacêuticos não estão sendo contemplados pela campanha nacional de vacinação.
 
Após verificar o informe técnico do Ministério da Saúde (MS) sobre o assunto, observou-se que não há nenhuma restrição, de acordo com a Lei 13.021/2014 que estabelece que a farmácia é estabelecimento de assistência à saúde e que, portanto, o farmacêutico deve ser enquadrado como trabalhador de saúde, conforme a página 13 do referido informe técnico.
 
O presidente do CRF-PR, Dr. Arnaldo Zubioli, encaminhou ofício ao presidente do CFF – Conselho Federal de Farmácia, para que solicite ao MS a correção deste procedimento, que no entendimento do CRF-PR é discriminatório.

A orientação do CRF-PR é que cada Farmacêutico procure a Unidade de Saúde mais próxima e exija seu direito como profissional de saúde. Em caso de negativa, solicite que seja registrado por escrito.

Cabe lembrar que a farmácia é o estabelecimento de saúde mais próximo da população, e que atende pacientes com diversos tipos de enfermidades expondo a saúde do farmacêutico.
 
Mais uma vez o CRF-PR luta contra as injustiças voltadas à profissão.
 
 
Atenciosamente,
 
Diretoria CRF-PR
 

 


Fonte: Comunicação CRF-PR