Notícias

Publicado em 20/03/2012

Mais de 8 mil medicamentos não sofrerão aumento em 2012


Em 2012, 8.840 medicamentos não sofrerão acréscimo inflacionário e manterão seus preços inalterados

Em 2012, 8.840 medicamentos não sofrerão acréscimo inflacionário e manterão seus preços inalterados nas prateleiras das farmácias. A decisão é válida para uma das três categorias de medicamentos, que inclui produtos como a ritalina (tratamento do déficit de atenção), stelara (psiríase) e o antirretroviral Kaleta. Esta categoria teve, pela primeira vez desde 2003, reajuste negativo de 0,25%, autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão governamental composto por representantes de vários ministérios, que é responsável pela definição de preço de medicamentos no país.

 
Clique aqui e veja na íntegra a matéria divulgada pelo Ministério da Saúde com a lista de medicamentos.