Notícias

Publicado em 12/03/2012

Dois anos depois, bulas seguem sem cumprir exigências da Anvisa


O programa Bom Dia Brasil fez uma blitz pelas farmácias e constatou que os laboratórios não cumpriram as exigências da Anvisa.

Dois anos se passaram e pouca coisa mudou. A equipe do Bom Dia Brasil fez uma blitz pelas farmácias e constatou que os laboratórios não cumpriram as exigências da Anvisa. A maioria das bulas ainda é indecifrável. Isso, para quem consegue ler. Porque tem bula com umas letras tão, mas tão pequenas que só com lupa para enxergar.
Enfim. Letrinhas, texto complicado. São problemas como esse que a Anvisa diz que vai resolver. Mas nas farmácias, o número de medicamentos com a nova bula ainda não é expressivo. Menos de 10%.

Por conta das reclamações a Agência Nacional de Vigilância Sanitária mandou, em 2010, os laboratórios mudarem as bulas de cinco mil medicamentos. Para deixar a linguagem mais clara e com letras maiores. Só que quase dois anos depois, menos de 10% estão vindo com a bula nova.

A  Anvisa explica que algumas bulas tiveram que ser corrigidas. Outras ainda estão em fase de análise. Há poucos farmacêuticos para o trabalho. E depois de aprovadas, a indústria ainda tem seis meses para incluir a nova bula na embalagem, e, apenas dos novos medicamentos.
“As novas bulas vão entrando a partir do momento que o estoque, a quantidade do medicamento vai sendo consumido e as novas embalagens vão entrando”, Flávia Cruz, da gerência de medicamentos da Anvisa.

 


Fonte: G1