Eventos

X Conferência Nacional de Educação Farmacêutica

Data: 5 de junho de 2019
Horário: 8h às 18h30
Fim: 7 de junho de 2019
Local: Foz do Iguaçu/PR

“Inovar e integrar” estão no centro das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Farmácia, conforme a Resolução CNE/CES nº 6 de 19 de outubro de 2017 (DCNs/2017), bem como, do pensamento e da prática que vêm transformando a profissão farmacêutica e levando os farmacêuticos a firmarem os seus espaços no contexto da saúde, além de consolidarem as suas autoridades técnicas diante da sociedade. A inovação e a integração no cenário educacional têm grande repercussão na formação profissional, com potencial para alterar o contexto da saúde pública sendo, portanto, o núcleo temático da X Conferência Nacional de Educação Farmacêutica e eventos paralelos, a serem realizados, no período de 05 a 07 de junho de 2019, A escolha do local do evento é pensada considerando o fácil acesso aos gestores, professores, profissionais e estudantes dos cursos de Farmácia de todas as regiões do Brasil que ofereça menor custo/benefício.

Discutir a inovação e a integração no contexto dos eixos: Cuidado em Saúde, Tecnologia e Inovação em Saúde e Gestão em Saúde considerados estruturantes para os cursos de Farmácia e que deverá estar implantado conforme as DCNs/2017 até outubro de 2019, significa alinhar o debate no contexto da formação acadêmica com o exercício profissional do farmacêutico e com a sua própria história contemporânea, que traz como um dos seus traços mais importantes o fortalecimento da farmácia clínica, de forma contextualizada e problematizada com as demais áreas de atuação do egresso, contemplada no elenco de prioridades do Conselho Federal de Farmácia (CFF) que não tem medido esforços para contribuir com a qualificação da formação acadêmica.

Importa salientar que, no Brasil, a profissão farmacêutica vem crescendo e se diversificando, a partir dos anos 2000, num ritmo muito acelerado. Este processo de crescimento é ancorado em diferentes fatores tendo, como principais, as novas necessidades em saúde, as políticas públicas para o setor, e as novas resoluções educacionais e profissionais. Vive-se momentos de efervescência no pensamento farmacêutico, marcado pelo desejo de renovação em todos os segmentos profissionais, o que também, tem lugar expressivo no elenco de fatores do crescimento do âmbito farmacêutico. O exposto está contido no temário diversificado da X Conferência Nacional de Educação Farmacêutica.

Para mais informações, acesse: http://www.cobef.org.br/